quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

MORRE NIEMEYER...


“Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein...”.

Oscar Niemeyer (15 de dezembro de 1907 - 2012), arquiteto brasileiro, falecido às 21h55 desta quarta-feira, 05 de dezembro, no Rio de Janeiro, na iminência de completar 105 anos de idade. Considerado um dos nomes mais influentes na arquitetura moderna, Niemeyer foi pioneiro na exploração das possibilidades construtivas e plásticas do concreto armado. Os seus trabalhos mais conhecidos são os edifícios públicos que concebeu para a cidade de Brasília, no Distrito Federal. Enfim! Por ter dormido cedo, soube apenas esta manhã, com muito pesar, da morte do ilustre camarada, o maior comunista histórico brasileiro – quiçá do mundo – vivo até ontem. Estou inconformada! Para mim, o dia, hoje, será nebuloso e triste. Todo e qualquer cenário, desolador...
NBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceita-se comentários...